O Bom Jesus e o Infame Cristo

23 de Fevereiro de 2011, por

Resumo

Título:

O Bom Jesus e o Infame Cristo

Autor:

Philip Pullman

Editora:

🇧🇷 Companhia das Letras

Páginas:

184

Publicação:

2010

ISBN:

9788535917628

Preço:

🇧🇷 R$ 39,00   🇵🇹 15,90€

Avaliação:

Esta é a história de Jesus e de seu irmão Cristo, de como nasceram, de como viveram e de como um deles morreu. A morte do outro não entra na história.

O Bom Jesus e o Infame Cristo é um livro que já nasceu para ser controverso. Até no título. A aversão religiosa de Philip Pullman é algo que todo mundo já deve conhecer. Ela está extremamente enraizada no seu trabalho mais conhecido no Brasil: a trilogia Fronteiras do Universo (Objetiva).

O que Philip Pullman busca nesse novo livro é criar um cenário de contestação e separação dos personagens histórico e mítico de Jesus. Para isso, “divide” as personas em dois irmãos gêmeos: Jesus e Cristo. Jesus nasce saudável, enquanto Cristo é um bebê frágil e doente. Protegido pela mãe, Cristo é a imagem das boas maneiras e estudante precoce dos textos sagrados, enquanto Jesus é avesso às leis e apaixonado pelos prazeres mundanos.

Como eu disse acima, Pullman cria esses dois personagens para tentar criar um cenário onde seja possível ver as diferenças entre Jesus histórico e o Jesus mítico. Cristo é o responsável na trama de alinhar os relatos sobre Jesus de forma a serem coerentes e edificarem aquilo que viria a ser a igreja. Influenciado pelo “Desconhecido”, Cristo é levado a reunir esses relatos em textos (os evangelhos) que serão a base da nova Igreja. Como afirma o desconhecido:

Aquilo que deveria ter sido tem mais serventia ao Reino do que aquilo que foi.

Essa frase é o grande mote do livro. O autor não busca desacreditar Jesus, mas sim os escritos sobre ele. A grande crítica recai sobre a forma como a história é contada, como foi construída e acreditada. Não é uma afronta ao personagem, é uma afronta à instituição. E, apesar do nome forte e não achei o livro tão polêmico assim. Talvez devido às minhas convicções pessoais. Com certeza incomodará muita gente!

“Apesar de Pullman mostrar sua erudição de forma leve, como fazem os grandes contadores de histórias, não tenho dúvida de que ele domina perfeitamente a complexidade da busca por um Jesus histórico. Um livro belo e impetuoso, que […] vai tocar até aqueles que discordam dele.” Richard Holloway, The Observer

Nenhum Comentário Ainda

Deixe aqui a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.